Qual o Papel do Design na Política de Inovação?

Segunda, 17 Abril 2017 17:55

 

     Em todo o mundo, a economia criativa se tornou uma parte importante e crescente da economia global. Cada vez mais, governos e
setores criativos de vários países têm reconhecido a sua importância para a geração de empregos, riqueza e comércio internacional.

 

    O Reino Unido tem sido um dos líderes do desenvolvimento dessa agenda, e não apenas como motor da economia, mas também

promovendo a inclusão social, a diversidade e a prosperidade futura. Uma ampla gama de agências locais investigou o funcionamento

do setor cultural ao longo da última década, a fim de tentar compreendê-lo de uma forma mais abrangente: a sua dimensão econômica

global, as suas características econômicas específicas, a sua resistência à recessão e capacidade de gerar novos empregos, as novas

habilidades de que necessita, a sua relação com a inovação tecnológica (na verdade, com a inovação e a competitividade empresarial

como um todo), a sua vocação e potencial para a exportação em um cenário de comércio internacional.

 

O design como ferramenta para a inovação: “ O design pode ajudar organizações a transformar sua atuação, desde a inovação de produtos

empresariais até a comercialização de conhecimento e a prestação de serviços públicos. É por isso que o design faz parte dos planos do governo

para inovação e desenvolvimento, constituindo um dos principais aspectos da nossa Estratégia de Inovação e Pesquisa para o Desenvolvimento.